domingo, 19 de abril de 2009

Me vendo por fora - Mr Jones

Vendo meu "eu" por outro lado...
Ontem pela manhã, decidi ver um filme que meu eterno "terapeuta" havia me recomendado, mas havia caído no esquecimento, e por surpresa da vida, um amigo estudante de psicologia o qual amo como pessoa novamente me indicou. Mr Jones é o nome do filme.

Bem, este filme mostra o extremo de uma "mania incurável". Bipolaridade! Nome pequeno, mas um furacão na vida!
Bem, aprendi que não posso enxerga-la como frescura ou algo passageiro, mas enxerga-la sim como "algo que necessita ser tratado" ou nao, ja dizia Mr Jones, aprendi gostar de ser assim. Já diziam que o que não tem remédio, remediado está!
hehehhee

Só pra que você que está lendo, fique por dentro, vou citar características, do que o Felipe diz ser uma evolução da humanidade, e eu vejo ainda como caos. Ei tenha isso como um privilégio, já que esta é minha realidade, não critique sem saber.

Transtorno Afetivo - Bipolaridade
A alternância de estados depressivos com maníacos é a tônica dessa patologia.
Muitas vezes o diagnóstico correto só será feito depois de muitos anos.
O início pode ser tanto pela fase depressiva como pela fase maníaca, iniciando gradualmente ao longo de semanas, meses ou abruptamente em poucos dias, já com sintomas psicóticos o que muitas vezes confunde com síndromes psicóticas. Além dos quadros depressivos e maníacos, há também os quadros mistos (sintomas depressivos simultâneos aos maníacos) o que muitas vezes confunde os médicos retardando o diagnóstico da fase em atividade.

Aceita-se a divisão do transtorno afetivo bipolar em dois tipos: o tipo I e o tipo II. O tipo I é a forma clássica em que o paciente apresenta os episódios de mania alternados com os depressivos. As fases maníacas não precisam necessariamente ser seguidas por fases depressivas, nem as depressivas por maníacas. Na prática observa-se muito mais uma tendência dos pacientes a fazerem várias crises de um tipo e poucas do outro, há pacientes bipolares que nunca fizeram fases depressivas e há deprimidos que só tiveram uma fase maníaca enquanto as depressivas foram numerosas. O tipo II caracteriza-se por não apresentar episódios de mania (mania em psiquiatria significa um estado exaltado de humor), mas de hipomania com depressão.


Exemplo de como um paciente se sente...

Ele se sente bem, realmente bem..., na verdade quase invencível. Ele se sente como não tendo limites para suas capacidades e energia. Poderia até passar dias sem dormir. Ele está cheio de idéias, planos, conquistas e se sentiria muito frustrado se a incapacidade dos outros não o deixasse ir além. Ele mal consegue acabar de expressar uma idéia e já está falando de outra numa lista interminável de novos assuntos. Em alguns momentos ele se aborrece para valer, não se intimida com qualquer forma de cerceamento ou ameaça, não reconhece qualquer forma de autoridade ou posição superior a sua. Com a mesma rapidez com que se zanga, esquece o ocorrido negativo como se nunca tivesse acontecido nada. As coisas que antes não o interessava mais lhe causam agora prazer; mesmo as pessoas com quem não tinha bom relacionamento são para ele amistosas e bondosas.



Bem, fui diagnosticada como sendo tipo II, mas isso ja faz alguns bons anos, aproximadamente 5 anos, mas foi difícil ver o filme, ver de fora isso tudo na minha "fase lúcida", e ouvir Marco ao meu lado dizer: espero que esse filme "não te faça mal" (como quem diz: espero que você nao fique transtonada com o filme). Como se fosse possível controlar; as fases vão e vem sem nenhuma autorização minha, e tudo em volta me afeta sem que eu tenha escolha! Não sei dosar, sempre intensa, mas hoje não mais impulsiva! "Sob-controle"!

Bem vindo ao meu mundo!
Ouvi dizer de várias pessoas, que grande parte dos Bipolares são extremamente cativantes!


")
So beautiful!
Porque sou do tamanho daquilo que vejo, e não do tamanho da minha altura"
(Drummond)

P.S. Ainda bem! hehehhe

É fato, que andei um pouco longe desse meu coração!

Desculpe-me, mas muita coisa aconteceu nesses ultimos 7 dias, gripe que parece ter gostado de mim, pois nao ia embora, um calculo renal que decidiu deixar meu rins p ir à minha bexiga... coisas do gênero.


Mas vamos a vida...

Engraçado como as coisas acontecem, durante esta semana que fiquei longe do pc, pensei muito em como eu era extremamente viciada nisso aqui, e como ainda existe gente que não vive sem uma internet, sem um jogo,...
Sei que pra cada época da vida temos algo que atrai nossos olhos, e vicia nosso cérebro, mas há pessoas que persistem no mesmo vício há anos.
Esta semana longe, me provou por tudo, que para mim, hoje não passa de distração momentânia; e como é bom saber disso!

Há ainda quem ouse dizer: sou uma pessoa livre de vícios!

hahahahaha

Doce ilusão! Sempre há algo, e não quer dizer que issu seja ruim, somo humanos pense bem! Sempre há algo que você pense, fale, queira ou faça constantemente. Ei, isso não deixa de ser um vício.
Todo mundo cultiva seus vícios, suas manias, seus hábitos, seus pequenos prazeres.
Vicio é assim, é algo que não vivemos sem.
Pensando bem, os viciados fazem o mundo, os viciados mostram coisas novas para os não-viciados. Modeste a parte, os viciados são felizes.
Entao olhando bem para dentro de mim, percebo meus vícios, manias, ou chame como quiser...
Mania de música, fone de ouvido, mimar pessoas, ser educada, amar meu esposo, ficar doente, tomar remédio, "saber de tudo", sorrir... ixi!! São tantas e de tantas formas!!
O hábito de não estar satisfeita, de sempre querer mais.Querer mais deste mundo.
A mania de querer dormir. Eta mania que me persegue!
A mania de sempre querer sonhar. Na maioria das vezes alto demais! Não posso fechar os olhos por segundos, ou me calar por um minuto, que pode ter certeza, minha cabeça vaga por algum sonho qualquer!
Eternos vícios. Música. Cinema. Arte. Fotografia.
Pequenos manias, vícios, na verdade somos todos uma caixinha cheia desses "hábitos".


Que Deus abençoe as "boas-manias"!

quarta-feira, 8 de abril de 2009

video

Preciso dividir com vc uma das melhores propagandas. No melhor estilo Coca-Cola!

"Olá pequenino. O meu nome é José e tenho 102 anos. Sou um sortudo. Sorte por ter nascido, como tu. Por poder abraçar a minha mulher. Por ter conhecido os meus amigos. Por me ter despedido deles. Por continuar aqui.
Quererás saber a razão por que te vim conhecer hoje. É que muita gente te vai dizer «Que péssima altura que escolheste para vir ao mundo», que há crise, que tudo vai mal. Ah! Isso apenas te fará mais forte. Eu vivi momentos piores que este, mas no fim só vais recordar as coisas boas. Não percas tempo com parvoíces (coisas pequenas), que há bastantes, e vai à procura daquilo que te faz feliz, porque o tempo passa muito depressa.
Já vivi 102 anos e garanto-te que a única coisa de que não vais gostar na vida é que te vai parecer demasiado curta .
Estás aqui para ser feliz!."
Lado Coca-Cola da vida!
Então preciso dizer mais alguma coisa?

Assino embaixo!


Quando me amei de verdade, pude perceber que minha angústica, meu sofrimento emocional, não passa de um sinal de que estou indo contra minhas verdades.
Hoje sei que é... Autenticidade.

Quando me amei de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento.
Hoje chamo isso de... Amadurecimento.

Quando me amei de verdade comecei a me livrar de tudo que não fosse saudável. Pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse para baixo.
De início minha razão chamou essa atitude de egoísmo. Hoje sei que se chama... Amor-próprio.

Quando me amei de verdade, deixei de temer o meu tempo livre e desistir de fazer grandes planos, abandonei os projetos megalômanos de futuro. Hoje faço o que acho certo, o que gosto, quando quero e no meu próprio ritmo.
Hoje sei que isso é... Simplicidade.

Quando me amei de verdade, desisti de querer sempre ter razão e, com isso, errei menos vezes.
Hoje descobri a...Humildade.

Quando me amei de verdade, percebi qua minha mente pode me atormentar e me decepcionar. Mas quando a coloco a serviço do meu coração, ela se torna uma grande e valiosa aliada.
Tudo isso é... Aprender a viver!!"

(Charles Chaplin)

Melhor dia!

Como você desejou "bom dia" hoje?
Entre os dentes? Ou com sorrisos e verdade?
Eu desejo o melhor dia pra você!
Seja um sonhador, mas una seus sonhos com disciplina.
Sonhos sem disciplina produzem pessoas frustadas.

terça-feira, 7 de abril de 2009


Você é quem decide como e o que quer carregar!

E você?

É... ainda estou gripada, e esta poeira da obra na minha cozinha não me deixa melhorar!
Já tem alguns dias que ando perambulando entre a sala onde fica o pc e o quarto onde fica a TV, por vários motivos.
E chego a conclusão de que isso não é pra mim. Ao contrário de muita gente eu decididamente não nasci p ficar sozinha. Não suporto esse silêncio, amo minhas idéias, meus pensamentos, planos mirabolantes e loucos, mas só ouvir meu eu e minha voz, anda me incomodando muito!
Pra completar, houve dois dias de sol, que eu amei, mas logo após a chuva que antes parecia um dilúvio, não pela força, mas pq não acabava nunca, voltou!

Me lembro de uma época não muito boa da minha vida, um período escuro, juntando a escuridão e umidade dos dias com a solidão de minha casa. O que salva, é quando eu escuto o portão abrir, logo barulhos de Aj (sempre muito estabanado) pulando, e a maçaneta da porta rodar... é ele chegando, meu herói, salvador não so dos meus dias mas tb de mim mesma!

Tudo muda! Espero que ele perceba isso, o quanto ele me faz bem, que não passe um segundo sem que ele sinta ser amado, e desejado por mim! Porque é exatemente assim!

Bem... mas me sinto como uma lagarta em seu casulo, e eu simplesmente não aguento mais ficar nessa acomodação toda, não aguento esperar, não aguento hibernar. Não que isso venha acontecendo por algum motivo, mas acontece. Há um certo tempo atrás, aproximadamente 5 anos, descobri que tenhu um distúrbio de temperamento, fiz o tratamento, e muitos julgam ser frescura, ou muleta; pensem o que quiserem, mas eu sei o que eu passo com isso, sei o quanto me puxa pra baixo sem que eu mesma deseje ou queira, não de subconsciente, é tendência.
Mas vamos lá!
Então, quando dou por mim, estou eu trancada dentro de mim. Com esse lado emo, ou depressivo atacando sorrateiramente outra vez!

Ei! Paraí! Hoje não meu bem...
Ando sem tempo e nem paciência, estes estão sendo gastos com o que vale a pena e me engrandece, meus velhos amigos, os verdadeiros, meu amor, e meus "filhos".
Olho no espelho e decido por mim, sair do casulo antes mesmo de entrar, mesmo que isso traga junto algumas consequências, estarei feliz. Portanto, comprei uma bucha de banho daquelas bem duras, tomei um banho de ficar vermelha de tanto esfregar, banho quente pra ajudar a desestressar, lavei os cabelos e neles fiz massagem, troquei as borrachinas do meu aparelho (sim, eu mesmo as troco), e estou eu aki a escrever e me preparando pra fazer uma sopa gostosa pra receber quem me ama e colocar logo essa gripe pra fora!

Que tal?
E você não tem nada pra mudar hoje?
Não há o que melhorar?
Não ha o que expor?
Vamos lá ainda há tempo!
Ou nao?!
Então pense bem em que anda gastando seu tempo e paciência!
Melhor não arriscar!
Quanto tempo você tem?

segunda-feira, 6 de abril de 2009

Nem tudo que parece, é!
(colaboração Splinter)

"N" ideias...

Hoje ainda resta gripe, e com ela acorda junto um monte de coisinhas em mim!
Tentarei não fazer um relato de tantos detalhes, desta vez não; serei bem simples, especifica, e direta!
Vou enumerar "n" fatos e coisas que passam na minha cabeça, como diz meu maridão: "entenda issu como um acesso a minha cabeça", portanto, não procure entender, é bem mais simples do que parece.

  • Acordei bem, apesar de ainda muito gripada, minha garganta não dói mais.
  • Recebi do meu "BEM" um delicioso beijo de bom dia, um abraço gostoso e retribuí na mesma intensidade, acordei com minha princesa Mel dormindo entre minhas pernas, gosto de sentir ela pertinho.
  • Mais uma semana de obra, vou apressar os pedreiros, eles estão me enrolando, mas nao farão mais!
  • Não consegui ir caminhar, pois a roupa nao secou no varal ainda, tentarei ir a tarde!
  • Fico muito feliz quando Marcos (vulgo Splinter) loga no msn. Esse sim faz meu dia ficar cada vez mais leve! Amo você!
  • Minha amiga Nega, é uma figura, tem um filho lindo de viver, que eu chamo de Gatão, colocou fotos lindas no orkut e eu fui correndo ver! Conversamos sobre a minha obra! E me pediu pra voltar para a terrinha, e cantarmos juntas novamente! Amo você!
  • Ando recebendo recadinhos lindo da MINHA JANINA, só eu a chamo assim... espero! hehehe Issu me faz feliz! Sinto muita saudade! Tem uma filha linda, Clarinha, que derreteu ate o coração do "ti Tikão" (assim ela mesmo disse). Essa também pede por minha volta!
  • Essas meninas apertam meu coraçãozinho!
  • Percebi quanto sou egoista com as pessoas com quem tenho apresso, não sei dividi-las. Amo meus amigos!
  • Hoje está sol, que bom! Quanto tempo estou esperando por ele! Dia lindo! Inspirador!
  • E como conlusão antecipada do dia: SOU FELIZ!
Há muito mais em mim, mais ainda preciso decifrar!
hehehe

E pra você que passou por aqui, que tenha um excelente dia!
Obrigada pelo carinho e comentarios!
")

"Dá-me luz, ó Deus do tempo
Nesse momento menor
Pr'eu saber seu redor"

(Los Hermanos)

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Continue a nadar - já dizia a Dori



Ar de calmaria!
Cheiro de novo!
Novas cores? Outros olhos?
Difícil definir, descrever, mas, sem algum esforço pra sentir as mudanças em mim, e ao redor.



Ontem conversando com minha amiga (ela tem cheirinho de verde), Tati, pude perceber que quando as coisas mudam pra nós, o mundo todo muda, perceber como sofremos influencia da vida de outros. E isso logo acendeu uma “lampinha” na minha cabeça, sabe aqueles “estalos de verdades”, de quem descobriu o mistério? Pois então, fui surpreendida por um desses ontem, e me parece que além de um resfriado enorme, dor na garganta, também existe algo diferente em mim nesta manhã.

Cada um tem o mistério que precisa descobrir, o segredo mais oculto, o outro ângulo que precisa ser visto, o olhar de fora...
Bem, a exteriorização de meu estalo, traz reafirmações, certezas, escolhas, metas, e uma consciência translúcida e feliz! O caminho é meu, e como é bom ter a confirmação de ter passos bem dados até agora... trilho o caminho, com os melhores passos que pude dar! Ai ai (suspiros) =)

Hoje apesar de não ver bem com meus olhos físicos, enxergo melhor, e sei que minha bagagem é tão importante quando o caminho, então sento à margem da estrada, abro minha mochila, jogo tudo no chão, e decido sem dó e nem piedade o que continua o caminho comigo. Será só o necessário, pra não pesar, dentro ponho amigos (os melhores, e eu sei bem que são), alguns ideais (nada fixo, pois sei que somos mutáveis e passíveis de erros), alguns sonhos (nada grande demais, afinal, pretendo concluir e colher outros ao logo do caminhar).

Pronto!

Passarei por várias estradas, todas que cruzarem minha direção. Virão pessoas, “crises” (seja mundial, ou individual), pedras, rios, flores. Tenho ao meu lado alguém (que não é bagagem, não é mala), uma pessoa extremamente essencial, que não solta minha mão; seus passos tem a mesma medida que os meus, ajuda a carregar e manter em ordem nossa mochila. Este, por escolha, decidiu continuar nossa caminhada, e só eu sei do orgulho e amor que é recíproco entre nós, sei da raridade e preciosidade de seu coração. Por Deus fomos laçados e entrelaçados eternamente! Obrigada Pessoa daí de cima! =)

Continuo caminhando, e se cruzar meu caminho, sinta-se a vontade pra colher minhas flores! Saiba que foram cultivadas com muito ardor, e muitos, muitos sorrisos.

Shalom!
Namastê!
video


Revolução interior para exteeriorizar a Alma.

Plante idéias novas.

quarta-feira, 1 de abril de 2009

Te guardo no laço do meu abraço!













Meu Deus como é engraçado...
Eu nunca tinha reparado como é curioso um laço.
Uma fita dando voltas, se enrosca, mas não se embola , vira, revira, circula e pronto está dado o laço!

É assim que é o abraço, coração com coração, tudo isso cercado de braços...
Ah! Então é assim, o amor, a amizade, como um pedaço de fita, por isso é que se diz: laço afetivo, laço de amizade...
E quando alguém briga, então se diz- romperam-se os laços!
E saem as duas partes iguais como pedaços de fita, sem perder nenhum pedaço!

Dar laços e abraços tem segredos:
Não prender, não escravizar, não apertar, não sufocar...
Porque quando vira nó, já deixou de ser um laço.
Guardo você, no laço do meu abraço!