sábado, 18 de julho de 2009

quarta-feira, 15 de julho de 2009

E a vida vai...

Como é bom sentir frio denovo, e não ficar gripada!
hehehehehe

Ando ocupando o meu tempo, afinal de contas não sei quanto dele ainda me resta!
Como ja dizia Cazuza: "o tempo não pára" e nem sabemos sua medida. Então que este seja o melhor, pois ele tb não volta!

Eta roda gigante, esta vida heim!

Sábias palavras de um pensador

Como é bom ouvir a ciência
De um amigo
Que te traz um incentivo
Vou dizer pro mundo inteiro nesse som
Vou dizer pro mundo inteiro como é bom
Como é bom ouvir a ciência de um amigo
Que te traz um pensamento positivo
E te deixa até maisVivo, por incrível que pareça
Por incrível que pareça, combustível pra cabeça
Combustível pra cabeça, pra cabeça e pra alma
Muita calma nessa hora, nessa hora muita calma
Eu tava meio sem gás, estressado demais
Meu amigo não é Cristo mas foi ele que me trouxe paz
E me trouxe mais luz, mesmo não sendo Jesus, nem Davi nem Maomé
Meu amigo me encheu de fé
É, tô falando de uma coisa normal
Que acontece com as pessoasNormais, mortais, de carne e osso
Não é religião, mas também tem um lado espiritual
E pode te tirar do fundo do poço

Mandei avisar
Pro mundo inteiro
Que amizade, meu irmão
Vale mais que dinheiro

Sei que pode parecer clichê
Mas não é preciso ter muito pra perder
Dinheiro vem, dinheiro vai
Dinheiro vai, dinheiro vem
Saúde e paz, infelizmente também
E é aí que você vê quem é quem
Mas tem mais Deus pra dar do que o Diabo pra tirar
Tem mais Deus pra dar do que o Diabo pra tirar
Amizade de verdade é semente bem plantada É semente bem plantada e forte
Que floresce nas melhores e piores condições
Principalmente nas piores
E da mesma maneira que não existe amor sem perdão
Não existe amizade sem a convicção de que é preciso continuar
É preciso continuar; apesar de tudo, é preciso continuar confiando
Pra não endurecer como as cidades
Nem tudo é consumo, nem tudo é lobby, nem oportunidade
De usar as pessoas em busca de alguma recompensa
Amizade é a semente que eu rego, o amuleto que eu carrego e alimenta minha crença
De que a força dessa cumplicidade
É o que faz a diferença
E é por isso que esse refrão faz bem a gente lembrar
É por isso que esse refrão faz bem a gente cantar
E é por isso que esse refrão faz bem
Faz bem a gente mandar avisar, avisar

Mandei avisar
Pro mundo inteiro
Que amizade, meu irmão
Vale mais que dinheiro


Gabriel Pensador - Mandei avisar

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Mude o foco, veja diferente!


Em tudo serei inteira!
Muitas vezes, passageira, mas sempre inteira!

Cada momento tem seu valor, a receita é saber aproveitar com intensidade e integridade os lugares e pessoas.

Escutei e li muitos nesses ultimos dias, algo que no fundo eu ja sabia.
Reafirmo então que tudo que temos e que nos acontece é fruto do que desejamos.
Pensamentos positivos, podem não resolver seus problemas, que muitas vezes, estes não dependem somente de nós, mas, com certeza a forma como encaramos pode resultar em situações, atitudes menos pesadas e doloridas.

Quem pode garantir que o “inferno” está cheio de “boas intençoes” como diz o ditado?

Pense positivo, deseje o bem, seja melhor!
E a cada dia aja com convicção, mas sempre com o lado bom que há em você, então perceberá que tudo depende do ponto de vista, e da forma como encara!

É, vida nem sempre é lógica, mas certamente existe uma predisposição!
Quando se começa bem, tende a terminar bem...

Extraia da vida o que há de melhor!
O que sobrar, se não der pra reaproveitar, recicle!
O mundo precisa de novos olhares, novas perspectivas!
Immerse yourself and good luck!

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Sou como o rio em processo de vir a ser.


(...)Cultivo em mim o acúmulo de muitos mundos.

Por vezes o cansaço me faz querer parar. Sensação de que já vivi mais do que meu coração suporta. Os encontros são muitos; as pessoas também. As chegadas e partidas se misturam e confundem o coração. É nessa hora em que me pego alimentando sonhos de cotidianos estreitos, previsíveis.
Mas quando me enxergo na perspectiva de selar o passaporte e cancelar as saídas, eis que me aproximo de uma tristeza infértil. Melhor mesmo é continuar na esperança de confluências futuras. Viver para sorver os novos rios que virão. Eu sou inacabado. Preciso continuar.
Se a mim for concedido o direito de pausas repositoras, então já anuncio que eu continuo na vida. A trama de minha criatividade depende deste contraste, deste inacabado que há em mim.

Um dia sou multidão; no outro sou solidão. Não quero ser multidão todo dia. Num dia experimento o frescor da amizade; no outro a febre que me faz querer ser só. Eu sou assim. Sem culpas.

Padre Fabio de Melo

sábado, 20 de junho de 2009

"Incomude-se"


Enfim hoje quero falar de flores!
A “revolta” do úlimo post ainda me incomoda, talvez esta nunca me deixe, mas resolvi fixar meus olhos e não perder de vista alguns outros detalhes.

Estou há dias esperando por algo, não me pergunte o que, mas percebo que a vida não espera junto comigo. Então vamos ao caminho ver as flores... quem sabe uma borboleta viajante, não prenda minha atenção e me faça correr um pouco e esquecer muitas coisas que latejam sem eu pedir.

Queria muito falar da beleza da vida, do caminho.
Como disse ontem pra uma florzinha chamada Indy, falar de chuva e do cheirinho inigualável que ela tem, de música boa, de como é bom rever amigos, recordar e tanta coisa gostosa! Mas, não posso destrinchá-las ainda, estou desfrutando de tais coisas boas e por issu não posso descrevê-las. Estou saboreando os detalhes... tantos detalhes!


Vi um comercial que dizia: “o que move a vida, a humanindade, não são as respostas e sim as perguntas!”
Ôh! E como concordei com issu!
Percebi que meus questinamentos me levaram a frente, levaram à decisões, atitudes, certezas e também que há alguns que se multiplicaram, ficaram sem resposta ou com respostas confusas, acho que tais perguntas foram superiores a meu entendimento, ou ao entendimento de outros, e issu não impediu a mudança.

Decido então, não esperar mais pelas respostas, mas sempre questionar mais e mais...
Não necessito entender os porquês, mas sim identificar de onde ele veio, saber o que me incomoda, o que me tirou do estado de inércia e comodismo.

Ah! Estou viva, e melhor ainda... seguindo a vida. Não me sinto parada à beira do caminho, esperando algo que nem sei o que é. Meu espírito cresceu, parece não caber em mim. Sou muito mais alma e coração!
Hoje tudo que sou não cabem mais somente em meu sorriso, fluem pelos olhos, mãos, ouvidos.
Só desejo ser o melhor onde estiver, fazer a diferença á alguem mesmo que seja com um sorriso!


Toda mudança tem por início uma pergunta, um incômodo qualquer. E respostas são só complementos da mudança gerada pelo questionamento!
Atreva-se!
“Incomude-se

Tanto Mar

video

segunda-feira, 8 de junho de 2009

Immerse yourself and good luck!


Hoje escutei alguém dizer que não sabe como viveria sozinha.
E soa estranho, porque é fácil querer ter alguém pra dividir, o que muitas vezes não é o suficiente nem mesmo pra nós.
Criamos expectativas excessivas sobre outras pessoas, e talvez seja nosso maior erro. Esperamos muito do outro, às vezes coisas que nem nós mesmos conseguimos cumprir, gerando sempre frustração e mágoa.
Melhor é prevenir, já dizia minha avó!
Não esperar muito, nem mesmo de si.

Descobri à duras provas, que pessoas são seres humanos como eu! Isso pode parecer meio óbvio, talvez seja, principalmente pra quem já compreende que primeiro temos que “nos bastar”.

Aprendi que tenho que dividir, conviver, conhecer a mim mesma, ver o tamanho da minha humanidade e saber saciar-me. Depois de estar ambientada, “dosada” e sabendo meus próprios limites, aí sim estarei pronta para dividir com outros, pois neste ponto reconheço o que é essencial a mim, e me amo/respeito o suficiente pra não dividir a parte que é minha. Afinal de contas a gente só dá o que tem. Então terei a mim, por inteiro, pra conseguir doar um pedacinho sem que me faça falta.
Olhando de fora parece egoísmo! Sim parece mesmo... Será que me tornei egoísta? Amarga?

Acho que não.
De certa forma como disse no começo, não é justo esperar muito de outro.


Primeiro vou olhar pra dentro de mim, conhecer meus medos, erros, defeitos e virtudes, saber do que sou capaz. Ter mais de mim mesma, trabalhar minhas frustrações, sonhos e planos. E quem sabe um dia, se enfim conseguir, eu possa ter maturidade o suficiente, pra entender que o outro está apenas trilhando o mesmo caminho que eu. E que paciência precisa ser realmente exercitada, assim como a compaixão e respeito!

Por hoje? Espero só por mim, mergulhada ainda na imensidão de “coisas, sentimentos, perguntas e respostas” que sou, tentando exercitar virtudes, primeiro comigo mesma!
Um dia eu aprendo!
Por hora, descanso em algum campo calmo e sóbrio de minha bipolaridade.



Mergulhe se for capaz!


sexta-feira, 5 de junho de 2009

Diversidade dos outros em mim


Metade de alguém!
Isso é possível? Acho que não!
Na verdade sinto cada vez mais forte a idéia de que somos um punhado de pedaços de cada um, ou de cada coisa que esbarramos; a velha história da colcha de retalhos.

Metamorfos sim! Por natureza, sempre há um pedaço em você que não era seu, mas que adquiriu de um amor, ou amigo, alguém da família, alguém que admire a distancia, mas em algum ponto aquilo não estava ali, e agora está.

J
á não me preocupo com tantas mudanças ao meu redor, ate ontem tudo me incomodava. Literalmente até ontem!


Pessoas se limitam a dizer que são “só” lembranças, mas não estão somente em seu coração, mas fazem parte do seu consciente e subconsciente, seja em uma mania incurável e sem sentido que adquiriu de alguém com quem passou tempos intensos, ou em palavras, cheiros, “expressões” ... todo seu cotidiano, sua rotina, estão cheios de outras pessoas, ou o que vc tem delas.

Admitir e administrar essa bagagem é complicado, há quem diga que não precise de ninguém, talvez por não saber administrar, ou por medo, ou por estar tão lotado de si mesmo que é melhor não ter pedaço de outros p não haver conflito com suas verdades. De certa forma esses pedaços, lembranças, manias, nos fazem pessoas diferentes do que somos, conseguem ter acesso a nossa essência, e algo que não temos controle.

Há vezes que fica pesado carregar tudo que se absorve, então é hora de escolher, peneirar. Há alguns impossíveis de se abandonar, não há escolha, mas outros são adaptáveis, ou recicláveis, ou somente substituíveis. Classifique, mude, recicle e deixe espaço vazio pra que outros te acrescentem novamente!

A perfeição do mundo consiste na diversidade de pessoas, e a melhor maneira de viver é se deixar acrescentar pelo inesperado, diferente e novo!
Contribua hoje com alguém! E permita-se olhar outro ponto de vista que não seja o seu, deixe que contribuam com algo pra sua estrada! Pode ser que hoje não faça sentido carregar uma corda na mochila, mas logo a frente você pode precisar dela. Nunca se sabe!


Immerse yourself and good luck!

quinta-feira, 4 de junho de 2009

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Ilusión (Marisa Monte e Julieta Venegas)

(imagem em homenagem ao amigo Splinter, pq pessoas como ele são raridades)

Uma vez eu tive uma ilusão
E não soube o que fazer
Não soube o que fazer
Com ela Não soube o que fazer
E ela se foi
Porque eu a deixei
Por que eu a deixei?
Não sei
Eu só sei que ela se foi
Mi corazón desde entonces
La llora diario
No portão
Por ella no supe que hacer y se me fue
Porque la deje ¿Por que la deje?
No sé Solo sé que se me fue
Sei que tudo o que eu queria
Deixei tudo o que eu queria
Porque não me deixei tentar
Vivê-la feliz
É a ilusão de que volte
O que me faça feliz
Faça viver
Por ella no supe que hacer
Y se me fue Porque la deje
¿Por que la deje?
No sé Solo sé que se me fue
Sei que tudo o que eu queria
Deixei tudo o que eu queria
Porque não me deixei tentar
Vivê-la feliz
Sei que tudo o que eu queria
Deixei tudo o que eu queria
Porque no me dejo
Tratar de ser la feliz
Porque la deje ¿Por que la deje?
No sé Solo sé que se me fue

terça-feira, 2 de junho de 2009

Mergulhe...


Hoje acordei com a lembrança de ouvir alguém dizer que eu encantava os outros, e que não era justa, pois os tornava de certa forma dependentes de palavras e sorrisos meus. Bem, não sei o que pensar sobre isso, pois na verdade a dependência é minha. Dependo de sorrisos, de atenção, há quem diga (Sr Lucas) que sou carente, sim gosto de ter gente por perto, de trato direcionado, e de relações bem entrelaçadas.


Sempre à espera de algo que dure pra vida toda, mas que não caia na rotina, que não perca o brilho. Assim como 90% da população, penso (minha ”lógica”) que isso seja ilusão, sonho, impossível. E meu coração idiota que é, ainda mantém esperança de que possa acontecer.
Ontem li algo sobre silêncio entre duas pessoas, onde eu fiquei estática e imediatamente pensei que era a essência do que eu desejava, e percebi que não sou a única sonhadora, ou iludida com o impossível. O texto dizia assim: "Mas nada há de mais incrível e maravilhoso no silencio, do que quando ele se dá entre duas pessoas...
Sim, pois se entender com palavras é simples e por vezes razo. Mas quando duas pessoas se entendem no silencio, quando entre elas não persiste qualquer constrangimento, qualquer átomo de desconforto.
Então ocorre qualquer coisa da ordem do fenomenal, do magistral, do cósmico, algo de uma profundidade inexprimível, a não ser pelo próprio silencio." (Escrito por Cruzado da Angústia Eterna, seja lá quem for, veja lá: http://palavrasqpartem.blogspot.com/).

Bem, pude perceber que esta profundidade de relações, é procurada por todos. E vai alem de definições já desgastadas como "o amor da minha vida", ou algo do gênero. Descobre-se que relações assim podem existir entre amigos, irmãos, na verdade eu vejo que vai muito alem da superfície, muitas vezes suja, das relações comuns, ou pré-definidas pela sociedade. São desejos de almas; relações de almas; que no meio de tanta besteira, sujeita, anseiam por algo verdadeiro, sólido, com tantas cores quando o profundo do oceano, inexplicável, mas totalmente plausível ao coração.

E quanto a mim?
Continuo ansiando por águas mais profundas, por uma situação de silêncio não incômoda, na bipolaridade da minha pele, e no extremo de meus pensamentos e coração.
Com a esperança de que cada vez mais cresça essa multidão, louca como eu, extremista, mas totalmente humanizada, com uma lógica julgada como incoerente, mas com o simples desejo de que o mundo; os homens; sejam cada dia melhores e verdadeiros.


To dive!

segunda-feira, 1 de junho de 2009

Voce pode gostar de ir pra balada;
voce pode gostar de estar na moda.
Voce pode gostar de música sertaneja;
voce pode gostar de carros luxuosos.
Voce pode gostar de corpos malhados;
voce pode gostar de fumar.
Voce pode gostar de uma boa briga;

Voce pode gostar disso tudo, mas EU nao gosto.
Gosto de silencio ou de uma boa música. Gosto de coisas estranhas e visuais estravagantes.Gosto, acima de tudo, de argumento.Posso, quem sabe, até gostar de voce.Entao traga o vinho e toque o blues... e já é meio caminho andado para a gente se entender.


By Igor Lima (mas, nunca concordei tanto com alguem)

quarta-feira, 27 de maio de 2009


Cores do caminhar

Dia desses eu quis dizer que quando você me abraça, esfrega suas mãos em meus braços e tenta me esquentar, o meu chão estremece, minha pele ferve e minha alma não se cansa de cantar. Logo em seguida, eu quis falar do seu aconchego, que tem o tamanho exato da minha saudade. E me calei. Enquanto você nem percebia, uma lágrima ameaçou lhe dizer, com todas as letras, em alto e bom tom o quanto eu amo, o quanto admiro você. Então apenas coloquei essa mão fria sobre seus dedos quentes a apertando-os contra esse corpo meu, deixei escapar o prazer sentido em cada segundo ao seu lado. Agora mesmo, no meio de dedos revelando pensamentos, lembro desse seu sorriso e me encho de uma paz nunca sentida. Você traz o mundo inteiro pra dentro do meu jardim. E leva, a cada segundo, um pouco mais de um coração que bate no compasso certo e tão cheio de cores do nosso caminhar.

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Nao estou sozinha neste barco!





Bipolares famosos em diversas áreas



Vale dizer que não é requisito ser bipolar para ser artista, mas vários estudos apontam que a presença de bipolaridade é bem mais freqüente entre artistas do que na população em geral. Essa tendência tem a ver com o espírito inovador e o temperamento emocionalmente intenso, curioso e empreendedor.



Literatura:
Agatha Christie, Virginia Woolf, Ernest Hemingway, Edgar Allan Poe, Graham Greene, Hans Christian Andersen. Na poesia, Fernando Pessoa, T. S. Eliot, Walt Whitman.

Música:
No Rock, Cazuza, Axl Rose (vocalista do Guns n' Roses), Kurt Cobain (ex-vocalista do Nirvana), Elvis Presley, Janis Joplin e Jimmy Hendrix. No jazz, o pianista Thelonius Monk. Na música erudita, Tchaikosvky, Mozart e Maria Callas.

Cinema:
Robin Williams, Jim Carrey, Marilyn Monroe e Elizabeth Taylor.

Artes plásticas:
Paul Gauguin e Vincent van Gogh, revelados inclusive pela intensidade das cores de seus quadros.

Filosofia e ciência:
Platão e Isaac Newton.

Política:
Winston Churchill, Abraham Lincoln e Ulysses Guimarães.

Onde só faz sentido pra mim.


Um tanto de Bridget Jones; Cantagalense, Bipolar e apaixonada, traduz-se em um pseudônimo em prosa e uma intuição teimosa.

Intensidade que quase incomoda, mania incessante de ouvir um coração que não bate, esperneia. Ah sim, também tem mania de colecionar lembranças e sentimentos, amar os cachorros e viver por quem traz todas as cores pra esses seus dias.

Coração na ponta dos dedos, um constante estado de apaixonar e coração respirando amor sempre que pulsa. Meu tum-tum descompassa por medo, por vontade ou só por descompassar, para dizer à mim que ele está lá e precisa ser ouvido.

É, meu coração tem dessa mania de querer berrar quando dói, quando chora, quando sente, quando quase-morre, quando é, quando deixa de ser e quando quer tentar.

Eu sou feita dele, da cabeça aos pés. E se não fosse por ele, minhas palavras seriam vazias!

Faz sentido pra você?
Não?
Pra mim faz total sentido, pois sou eu!

sábado, 23 de maio de 2009


"A felicidade nada mais é do que boa saúde e memória fraca ."
Será?

terça-feira, 19 de maio de 2009

Só sei do que não gosto.

Continuo buscando inspiração de onde não vem, empolgação onde não tem. Mais um motivo, um inconformismo qualquer. Quando canso de algo, qualquer coisa que seja, eu desanimo por justamente cansar. E canso a cada dia que desanimo mais, como um círculo que nunca se rompe, um vai-e-vem sem fim.

Enquanto eu vivia de fantasias, julgava primordial chegar até lá. E daqui, vejo que fundamental mesmo é um peito cheio e a mente vazia, assim leve. E eu sinto falta disso. Falta de quando dizíamos sorrindo que "ganhávamos pouco pra viver bem"! O que ganho hoje é quase tudo o que me tiram. Tiram-me as forças, a vontade, o sorriso dos dias de sol.
A verdade é que ainda não me acostumei com as pessoas. Pessoas assim, que fazem muito por tão pouco, que fazem tudo quando eu nem disse nada. Cansei dessa falta de sentido que vejo por aí, falta de amor próprio, de amor ao próximo. Falta de bom senso, da vontade de ser bom. Cansei até de mim, eu acho. Dessa vontade que tenho de me atirar do trem em movimento quando sinto que ficar parada no vagão e seguir o movimento, sufoca demais.
Até me lembrei da professora da Pré-Escola dizendo que chorar fazia bem ao coração. E eu digo: ao coração e ao estômago. Ao menos, algo daqui de dentro, que aperta e incomoda, é capaz de libertar-se do lado de fora."Dormir também ajuda", dizem. Vou ali abraçar o travesseiro e acreditar que as respostas se ajeitarão entre meus dedos como meus cabelos o farão pela manhã...
(Foto By Ticão)
Sonhe com aquilo que você quiser.
Vá para onde você queira ir.
Seja o que você quer ser, porque você possui apenas uma vida e nela só temos uma chance de fazer aquilo que queremos.
Tenha felicidade bastante para fazê-la doce.
Dificuldades para fazê-la forte.
Tristeza para fazê-la humana.
E esperança suficiente para fazê-la feliz.

As pessoas mais felizes não têm as melhores coisas. Elas sabem fazer o melhor das oportunidades que aparecem em seus caminhos.
A felicidade aparece para aqueles que choram. Para aqueles que se machucam. Para aqueles que buscam e tentam sempre.
E para aqueles que reconhecem a importância das pessoas que passam por suas vidas.
O futuro mais brilhante é baseado num passado intensamente vivido.Você só terá sucesso na vida quando perdoar os erros e as decepções do passado.

A vida é curta, mas as emoções que podemos deixar, duram uma eternidade.
A vida não é de se brincar porque em pleno dia se morre.

( Clarice Lispector )


'A gente nasce sem pedir e morre sem querer.. aproveite o intervalo!'




'Mas todo mundo que é genial, nunca é descrito como normal!'

Veja bem meu bem (Los Hermanos)

Veja bem, meu bem
Sinto te informar que arranjei alguém
pra me confortar.
Este alguém está quando você sai
E eu só posso crer, pois sem ter você
nestes braços tais.

Veja bem, amor.
Onde está você?
Somos no papel, mas não no viver.
Viajar sem mim, me deixar assim.
Tive que arranjar alguém pra passar os dias ruins.

Enquanto isso, navegando vou sem paz.
Sem ter um porto, quase morto, sem um cais.
E eu nunca vou te esquecer amor,
Mas a solidão deixa o coração neste leva e traz.

Veja bem além destes fatos vis.
Saiba, traições são bem mais sutis.
Se eu te troquei não foi por maldade.
Amor, veja bem, arranjei alguém
chamado saudade!

terça-feira, 12 de maio de 2009



Je vais être ici pour vous aussi longtemps que nécessaire.
Gaste seu amor. Usufrua-o até o fim. Enfrente os bons e os maus momentos, passe por tudo que tiver que passar, não se economize.
Sinta todos os sabores que o amor tem, desde o adocicado do início até o amargo do fim, mas não saia da história na metade.
Amores precisam dar a volta ao redor de si mesmo, fechando o próprio ciclo.
Isso é que libera a gente para ser feliz de novo"
( Martha Medeiros )



"O mundo é bão Sebastião!"

(Nando Reis)

sexta-feira, 8 de maio de 2009


Bem ando pensando...
Novidade, não??
heeheh

Não sei bem, mas ando sem muita paciência, e com a mesma intensidade de sono, não sei se é da anemia, que cisma em nunca me abandonar, ou... ah realmente nao sei.
Pulando essa parte, acordei hj muito chateada.
Sabe quando vc, percebe ao longo dos seus dias, que vc não fez nada de importante?
Ou se fez alguem, não deu o mínimo valor?
Parece que eu faço tudo pra entrar e fazer bem ao mundo dos outros, mas ninguém deseja ou se importa com o meu.
Sei muito bem que ninguém é igual a ninguém, mas poxa, estou começando a achar que tudo que eu priorizo, ou dou muita atenção, não vale porcaria nenhuma, e que estou com valores trocados.
Existe uma ou outra pessoa que eu percebo que olha pros detalhes, que é sensível, aos mesmos tratos e valores que eu, e outras pouco enxergam.
Não sei, ando me sentindo um duende neste mundo.

Acho que ando querendo demais das pessoas, mas não há trato entre elas, nao vejo profundidade, e ao contrario de muitos eu continuo a achar a superfície suja. Chego a me desesperar, realmente me acho louca.
O que eu quero é so mais um louco como eu, amante da boa educação, com desejo de um trato especial, zelo com o outro, alguem que nao se importe em ficar em silêncio ao meu lado, que escute o que eu não digo, que me enxergue, e mesmo que eu esteja sorrindo saiba decifrar meus olhos e ver que por dentro ha outra coisa. Alguém paranormal, pq inevitavelmente acho que não sou desse mundo.

Até que ponto vc enxerga, escuta e ama o outro?
Eu sempre no extremo; espero que vc nao, ou ficará louco como eu!


terça-feira, 5 de maio de 2009


Quanto tempo você tem?
Ei, sei bem que andei escondida dissu daqui e do Sr. Orkut. Foi efeito de ficar mais velha, acredite ou não.
Mas, é que desde o ano passado essa data chamada "aniversário" nao me faz bem, não pelo fato de ganhar mais um ano, ou dar mias uma volta no calendário, ou mais uma primavera, mas pelo simples fato de que no ano de 2008, ninguém da minha familia havia lembrado da data. Ruim p uns e bom p outros, mas eu me senti uma "maria ninguém"!
Difícil!
Então ao ver tanta gente lembrando este ano, eu realmente fiquei assutada, e não sei nem como agradecer a todos, estou ainda sem palavras.
Fico feliz de ter pessoas, mesmo com a ajuda do Sr Orkut, tenham lembrado e passado p deixar um oi!

Então se vc foi uma dessas pessoas, sinta-se abraçado, e saiba que conseguiu fazer realmente o meu feliz aniversário!

")

domingo, 19 de abril de 2009

Me vendo por fora - Mr Jones

Vendo meu "eu" por outro lado...
Ontem pela manhã, decidi ver um filme que meu eterno "terapeuta" havia me recomendado, mas havia caído no esquecimento, e por surpresa da vida, um amigo estudante de psicologia o qual amo como pessoa novamente me indicou. Mr Jones é o nome do filme.

Bem, este filme mostra o extremo de uma "mania incurável". Bipolaridade! Nome pequeno, mas um furacão na vida!
Bem, aprendi que não posso enxerga-la como frescura ou algo passageiro, mas enxerga-la sim como "algo que necessita ser tratado" ou nao, ja dizia Mr Jones, aprendi gostar de ser assim. Já diziam que o que não tem remédio, remediado está!
hehehhee

Só pra que você que está lendo, fique por dentro, vou citar características, do que o Felipe diz ser uma evolução da humanidade, e eu vejo ainda como caos. Ei tenha isso como um privilégio, já que esta é minha realidade, não critique sem saber.

Transtorno Afetivo - Bipolaridade
A alternância de estados depressivos com maníacos é a tônica dessa patologia.
Muitas vezes o diagnóstico correto só será feito depois de muitos anos.
O início pode ser tanto pela fase depressiva como pela fase maníaca, iniciando gradualmente ao longo de semanas, meses ou abruptamente em poucos dias, já com sintomas psicóticos o que muitas vezes confunde com síndromes psicóticas. Além dos quadros depressivos e maníacos, há também os quadros mistos (sintomas depressivos simultâneos aos maníacos) o que muitas vezes confunde os médicos retardando o diagnóstico da fase em atividade.

Aceita-se a divisão do transtorno afetivo bipolar em dois tipos: o tipo I e o tipo II. O tipo I é a forma clássica em que o paciente apresenta os episódios de mania alternados com os depressivos. As fases maníacas não precisam necessariamente ser seguidas por fases depressivas, nem as depressivas por maníacas. Na prática observa-se muito mais uma tendência dos pacientes a fazerem várias crises de um tipo e poucas do outro, há pacientes bipolares que nunca fizeram fases depressivas e há deprimidos que só tiveram uma fase maníaca enquanto as depressivas foram numerosas. O tipo II caracteriza-se por não apresentar episódios de mania (mania em psiquiatria significa um estado exaltado de humor), mas de hipomania com depressão.


Exemplo de como um paciente se sente...

Ele se sente bem, realmente bem..., na verdade quase invencível. Ele se sente como não tendo limites para suas capacidades e energia. Poderia até passar dias sem dormir. Ele está cheio de idéias, planos, conquistas e se sentiria muito frustrado se a incapacidade dos outros não o deixasse ir além. Ele mal consegue acabar de expressar uma idéia e já está falando de outra numa lista interminável de novos assuntos. Em alguns momentos ele se aborrece para valer, não se intimida com qualquer forma de cerceamento ou ameaça, não reconhece qualquer forma de autoridade ou posição superior a sua. Com a mesma rapidez com que se zanga, esquece o ocorrido negativo como se nunca tivesse acontecido nada. As coisas que antes não o interessava mais lhe causam agora prazer; mesmo as pessoas com quem não tinha bom relacionamento são para ele amistosas e bondosas.



Bem, fui diagnosticada como sendo tipo II, mas isso ja faz alguns bons anos, aproximadamente 5 anos, mas foi difícil ver o filme, ver de fora isso tudo na minha "fase lúcida", e ouvir Marco ao meu lado dizer: espero que esse filme "não te faça mal" (como quem diz: espero que você nao fique transtonada com o filme). Como se fosse possível controlar; as fases vão e vem sem nenhuma autorização minha, e tudo em volta me afeta sem que eu tenha escolha! Não sei dosar, sempre intensa, mas hoje não mais impulsiva! "Sob-controle"!

Bem vindo ao meu mundo!
Ouvi dizer de várias pessoas, que grande parte dos Bipolares são extremamente cativantes!


")
So beautiful!
Porque sou do tamanho daquilo que vejo, e não do tamanho da minha altura"
(Drummond)

P.S. Ainda bem! hehehhe

É fato, que andei um pouco longe desse meu coração!

Desculpe-me, mas muita coisa aconteceu nesses ultimos 7 dias, gripe que parece ter gostado de mim, pois nao ia embora, um calculo renal que decidiu deixar meu rins p ir à minha bexiga... coisas do gênero.


Mas vamos a vida...

Engraçado como as coisas acontecem, durante esta semana que fiquei longe do pc, pensei muito em como eu era extremamente viciada nisso aqui, e como ainda existe gente que não vive sem uma internet, sem um jogo,...
Sei que pra cada época da vida temos algo que atrai nossos olhos, e vicia nosso cérebro, mas há pessoas que persistem no mesmo vício há anos.
Esta semana longe, me provou por tudo, que para mim, hoje não passa de distração momentânia; e como é bom saber disso!

Há ainda quem ouse dizer: sou uma pessoa livre de vícios!

hahahahaha

Doce ilusão! Sempre há algo, e não quer dizer que issu seja ruim, somo humanos pense bem! Sempre há algo que você pense, fale, queira ou faça constantemente. Ei, isso não deixa de ser um vício.
Todo mundo cultiva seus vícios, suas manias, seus hábitos, seus pequenos prazeres.
Vicio é assim, é algo que não vivemos sem.
Pensando bem, os viciados fazem o mundo, os viciados mostram coisas novas para os não-viciados. Modeste a parte, os viciados são felizes.
Entao olhando bem para dentro de mim, percebo meus vícios, manias, ou chame como quiser...
Mania de música, fone de ouvido, mimar pessoas, ser educada, amar meu esposo, ficar doente, tomar remédio, "saber de tudo", sorrir... ixi!! São tantas e de tantas formas!!
O hábito de não estar satisfeita, de sempre querer mais.Querer mais deste mundo.
A mania de querer dormir. Eta mania que me persegue!
A mania de sempre querer sonhar. Na maioria das vezes alto demais! Não posso fechar os olhos por segundos, ou me calar por um minuto, que pode ter certeza, minha cabeça vaga por algum sonho qualquer!
Eternos vícios. Música. Cinema. Arte. Fotografia.
Pequenos manias, vícios, na verdade somos todos uma caixinha cheia desses "hábitos".


Que Deus abençoe as "boas-manias"!

quarta-feira, 8 de abril de 2009

video

Preciso dividir com vc uma das melhores propagandas. No melhor estilo Coca-Cola!

"Olá pequenino. O meu nome é José e tenho 102 anos. Sou um sortudo. Sorte por ter nascido, como tu. Por poder abraçar a minha mulher. Por ter conhecido os meus amigos. Por me ter despedido deles. Por continuar aqui.
Quererás saber a razão por que te vim conhecer hoje. É que muita gente te vai dizer «Que péssima altura que escolheste para vir ao mundo», que há crise, que tudo vai mal. Ah! Isso apenas te fará mais forte. Eu vivi momentos piores que este, mas no fim só vais recordar as coisas boas. Não percas tempo com parvoíces (coisas pequenas), que há bastantes, e vai à procura daquilo que te faz feliz, porque o tempo passa muito depressa.
Já vivi 102 anos e garanto-te que a única coisa de que não vais gostar na vida é que te vai parecer demasiado curta .
Estás aqui para ser feliz!."
Lado Coca-Cola da vida!
Então preciso dizer mais alguma coisa?

Assino embaixo!


Quando me amei de verdade, pude perceber que minha angústica, meu sofrimento emocional, não passa de um sinal de que estou indo contra minhas verdades.
Hoje sei que é... Autenticidade.

Quando me amei de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento.
Hoje chamo isso de... Amadurecimento.

Quando me amei de verdade comecei a me livrar de tudo que não fosse saudável. Pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse para baixo.
De início minha razão chamou essa atitude de egoísmo. Hoje sei que se chama... Amor-próprio.

Quando me amei de verdade, deixei de temer o meu tempo livre e desistir de fazer grandes planos, abandonei os projetos megalômanos de futuro. Hoje faço o que acho certo, o que gosto, quando quero e no meu próprio ritmo.
Hoje sei que isso é... Simplicidade.

Quando me amei de verdade, desisti de querer sempre ter razão e, com isso, errei menos vezes.
Hoje descobri a...Humildade.

Quando me amei de verdade, percebi qua minha mente pode me atormentar e me decepcionar. Mas quando a coloco a serviço do meu coração, ela se torna uma grande e valiosa aliada.
Tudo isso é... Aprender a viver!!"

(Charles Chaplin)

Melhor dia!

Como você desejou "bom dia" hoje?
Entre os dentes? Ou com sorrisos e verdade?
Eu desejo o melhor dia pra você!
Seja um sonhador, mas una seus sonhos com disciplina.
Sonhos sem disciplina produzem pessoas frustadas.

terça-feira, 7 de abril de 2009


Você é quem decide como e o que quer carregar!

E você?

É... ainda estou gripada, e esta poeira da obra na minha cozinha não me deixa melhorar!
Já tem alguns dias que ando perambulando entre a sala onde fica o pc e o quarto onde fica a TV, por vários motivos.
E chego a conclusão de que isso não é pra mim. Ao contrário de muita gente eu decididamente não nasci p ficar sozinha. Não suporto esse silêncio, amo minhas idéias, meus pensamentos, planos mirabolantes e loucos, mas só ouvir meu eu e minha voz, anda me incomodando muito!
Pra completar, houve dois dias de sol, que eu amei, mas logo após a chuva que antes parecia um dilúvio, não pela força, mas pq não acabava nunca, voltou!

Me lembro de uma época não muito boa da minha vida, um período escuro, juntando a escuridão e umidade dos dias com a solidão de minha casa. O que salva, é quando eu escuto o portão abrir, logo barulhos de Aj (sempre muito estabanado) pulando, e a maçaneta da porta rodar... é ele chegando, meu herói, salvador não so dos meus dias mas tb de mim mesma!

Tudo muda! Espero que ele perceba isso, o quanto ele me faz bem, que não passe um segundo sem que ele sinta ser amado, e desejado por mim! Porque é exatemente assim!

Bem... mas me sinto como uma lagarta em seu casulo, e eu simplesmente não aguento mais ficar nessa acomodação toda, não aguento esperar, não aguento hibernar. Não que isso venha acontecendo por algum motivo, mas acontece. Há um certo tempo atrás, aproximadamente 5 anos, descobri que tenhu um distúrbio de temperamento, fiz o tratamento, e muitos julgam ser frescura, ou muleta; pensem o que quiserem, mas eu sei o que eu passo com isso, sei o quanto me puxa pra baixo sem que eu mesma deseje ou queira, não de subconsciente, é tendência.
Mas vamos lá!
Então, quando dou por mim, estou eu trancada dentro de mim. Com esse lado emo, ou depressivo atacando sorrateiramente outra vez!

Ei! Paraí! Hoje não meu bem...
Ando sem tempo e nem paciência, estes estão sendo gastos com o que vale a pena e me engrandece, meus velhos amigos, os verdadeiros, meu amor, e meus "filhos".
Olho no espelho e decido por mim, sair do casulo antes mesmo de entrar, mesmo que isso traga junto algumas consequências, estarei feliz. Portanto, comprei uma bucha de banho daquelas bem duras, tomei um banho de ficar vermelha de tanto esfregar, banho quente pra ajudar a desestressar, lavei os cabelos e neles fiz massagem, troquei as borrachinas do meu aparelho (sim, eu mesmo as troco), e estou eu aki a escrever e me preparando pra fazer uma sopa gostosa pra receber quem me ama e colocar logo essa gripe pra fora!

Que tal?
E você não tem nada pra mudar hoje?
Não há o que melhorar?
Não ha o que expor?
Vamos lá ainda há tempo!
Ou nao?!
Então pense bem em que anda gastando seu tempo e paciência!
Melhor não arriscar!
Quanto tempo você tem?

segunda-feira, 6 de abril de 2009

Nem tudo que parece, é!
(colaboração Splinter)

"N" ideias...

Hoje ainda resta gripe, e com ela acorda junto um monte de coisinhas em mim!
Tentarei não fazer um relato de tantos detalhes, desta vez não; serei bem simples, especifica, e direta!
Vou enumerar "n" fatos e coisas que passam na minha cabeça, como diz meu maridão: "entenda issu como um acesso a minha cabeça", portanto, não procure entender, é bem mais simples do que parece.

  • Acordei bem, apesar de ainda muito gripada, minha garganta não dói mais.
  • Recebi do meu "BEM" um delicioso beijo de bom dia, um abraço gostoso e retribuí na mesma intensidade, acordei com minha princesa Mel dormindo entre minhas pernas, gosto de sentir ela pertinho.
  • Mais uma semana de obra, vou apressar os pedreiros, eles estão me enrolando, mas nao farão mais!
  • Não consegui ir caminhar, pois a roupa nao secou no varal ainda, tentarei ir a tarde!
  • Fico muito feliz quando Marcos (vulgo Splinter) loga no msn. Esse sim faz meu dia ficar cada vez mais leve! Amo você!
  • Minha amiga Nega, é uma figura, tem um filho lindo de viver, que eu chamo de Gatão, colocou fotos lindas no orkut e eu fui correndo ver! Conversamos sobre a minha obra! E me pediu pra voltar para a terrinha, e cantarmos juntas novamente! Amo você!
  • Ando recebendo recadinhos lindo da MINHA JANINA, só eu a chamo assim... espero! hehehe Issu me faz feliz! Sinto muita saudade! Tem uma filha linda, Clarinha, que derreteu ate o coração do "ti Tikão" (assim ela mesmo disse). Essa também pede por minha volta!
  • Essas meninas apertam meu coraçãozinho!
  • Percebi quanto sou egoista com as pessoas com quem tenho apresso, não sei dividi-las. Amo meus amigos!
  • Hoje está sol, que bom! Quanto tempo estou esperando por ele! Dia lindo! Inspirador!
  • E como conlusão antecipada do dia: SOU FELIZ!
Há muito mais em mim, mais ainda preciso decifrar!
hehehe

E pra você que passou por aqui, que tenha um excelente dia!
Obrigada pelo carinho e comentarios!
")

"Dá-me luz, ó Deus do tempo
Nesse momento menor
Pr'eu saber seu redor"

(Los Hermanos)

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Continue a nadar - já dizia a Dori



Ar de calmaria!
Cheiro de novo!
Novas cores? Outros olhos?
Difícil definir, descrever, mas, sem algum esforço pra sentir as mudanças em mim, e ao redor.



Ontem conversando com minha amiga (ela tem cheirinho de verde), Tati, pude perceber que quando as coisas mudam pra nós, o mundo todo muda, perceber como sofremos influencia da vida de outros. E isso logo acendeu uma “lampinha” na minha cabeça, sabe aqueles “estalos de verdades”, de quem descobriu o mistério? Pois então, fui surpreendida por um desses ontem, e me parece que além de um resfriado enorme, dor na garganta, também existe algo diferente em mim nesta manhã.

Cada um tem o mistério que precisa descobrir, o segredo mais oculto, o outro ângulo que precisa ser visto, o olhar de fora...
Bem, a exteriorização de meu estalo, traz reafirmações, certezas, escolhas, metas, e uma consciência translúcida e feliz! O caminho é meu, e como é bom ter a confirmação de ter passos bem dados até agora... trilho o caminho, com os melhores passos que pude dar! Ai ai (suspiros) =)

Hoje apesar de não ver bem com meus olhos físicos, enxergo melhor, e sei que minha bagagem é tão importante quando o caminho, então sento à margem da estrada, abro minha mochila, jogo tudo no chão, e decido sem dó e nem piedade o que continua o caminho comigo. Será só o necessário, pra não pesar, dentro ponho amigos (os melhores, e eu sei bem que são), alguns ideais (nada fixo, pois sei que somos mutáveis e passíveis de erros), alguns sonhos (nada grande demais, afinal, pretendo concluir e colher outros ao logo do caminhar).

Pronto!

Passarei por várias estradas, todas que cruzarem minha direção. Virão pessoas, “crises” (seja mundial, ou individual), pedras, rios, flores. Tenho ao meu lado alguém (que não é bagagem, não é mala), uma pessoa extremamente essencial, que não solta minha mão; seus passos tem a mesma medida que os meus, ajuda a carregar e manter em ordem nossa mochila. Este, por escolha, decidiu continuar nossa caminhada, e só eu sei do orgulho e amor que é recíproco entre nós, sei da raridade e preciosidade de seu coração. Por Deus fomos laçados e entrelaçados eternamente! Obrigada Pessoa daí de cima! =)

Continuo caminhando, e se cruzar meu caminho, sinta-se a vontade pra colher minhas flores! Saiba que foram cultivadas com muito ardor, e muitos, muitos sorrisos.

Shalom!
Namastê!
video


Revolução interior para exteeriorizar a Alma.

Plante idéias novas.

quarta-feira, 1 de abril de 2009

Te guardo no laço do meu abraço!













Meu Deus como é engraçado...
Eu nunca tinha reparado como é curioso um laço.
Uma fita dando voltas, se enrosca, mas não se embola , vira, revira, circula e pronto está dado o laço!

É assim que é o abraço, coração com coração, tudo isso cercado de braços...
Ah! Então é assim, o amor, a amizade, como um pedaço de fita, por isso é que se diz: laço afetivo, laço de amizade...
E quando alguém briga, então se diz- romperam-se os laços!
E saem as duas partes iguais como pedaços de fita, sem perder nenhum pedaço!

Dar laços e abraços tem segredos:
Não prender, não escravizar, não apertar, não sufocar...
Porque quando vira nó, já deixou de ser um laço.
Guardo você, no laço do meu abraço!

terça-feira, 31 de março de 2009

Meu irmão Cesinha


Tenho um amigo, e nele encontrei um tesouro imenso!

Não sei bem como, mas ele é um reflexo de mim, por horas muito perfeito, e o maior tesouro que nele encontrei foi a reciprocidade do carinho e amor, sempre sem reserva e sem nenhuma cobrança ou algo do gênero. ")

Ele ainda não percebeu o quanto é especial, e por portar tantas qualidades, sempre põe os outros à sua frente, as vezes excessivamente, issu sim encaro como um defeito! Já sabemos bem , que o excesso é nosso maior mal. Inclusive o excesso de amor, mas tá aí uma coisa que ele não sabe medir! É sempre muito intenso, vivo, à flor da pele, como eu mesma. É me enxergo nele muitas vezes, mas são muitas vezes mesmo! Por vezes penso que é imaginário...

hehehehe


Sensível sem perder a "maxeza", dedicado e atento à todos, mesmo aos que nao merecem tanto apresso. Dono de um sorriso espetacular, mas que não sorri muito por não se achar estéticamente bonito sorrindo. isso é um disperdício, quem não enxerga sou eu e ele que não vê, que seu sorriso é contgiante, percebi issu ao ver uma das poucas fotos onde ele sorria, com aparelhos à mostra, sorriso largo, feliz! Lindo!

Sim, sei que falando assim parece que ele mora ao meu lado, que nos conhecemos há tempos, mas na verdade nos conhecemos há cerca de 2 anos, nunca nos vimos e há uma distância enorme que nos separa fisicamente.

Ele disse uma vez que desconfiava que partilhamos do mesmo corpo em outras vidas. E apesar de não acreditar muito em vidas passadas, sei que o que partilhamos é muito poderoso, que o tempo e nem a distância nao alteram!

Me aceitou no mundo dele e por issu já choramos juntos, sorrimos, brigamos, lamentamos, celebramos, dividimos uma vida, com tanta intensidade e verdade, que me basta um "oi" ou "tá ai meu anjo?" pra eu saber como está seu coração hj!


Seja por celular, por msn, ou da forma que for, meu coração reconheceu nele um abrigo e espero ansiosa por seu abraço!
Tenho em mim um orgulho gigantesco de te-lo em minha vida e de poder COMpartilhar da vida de uma pessoa tão excepcional e rara como você!


Tudo que vês em mim, é reflexo do do melhor de você; somos o que plantamos nos outros!
Você me cultiva a cada dia! Obrigada!
Amo você Irmão!
E obrigada pela companhia tão certa em todos os meus dias!

segunda-feira, 30 de março de 2009

Comunicação

"O verdadeiro sentido da comunicação vai muito além das palavras. Comunicação é comunhão. Estar junto para uma troca positiva de significado profundo. Chegar ao ponto máximo de harmonia e união. No entanto, muitas vezes colocamos máscaras para autoproteção - barreiras inconscientes que separam uns dos outros, tornando difícil a comunicação. Honestidade, amor e confiança são reagentes químicos que dissolvem muros e permitem a conexão plena".
Brígida Fries - [Livro A Paz de Todo Dia]
"O meu mundo não é como o dos outros, quero demais, exijo demais, há em mim uma sede de infinito, uma angústia constante que eu nem mesmo compreendo, pois estou longe de ser uma pessimista; sou antes uma exaltada, com uma alma intensa, violenta, atormentada, uma alma que não se sente bem onde está, que tem saudades...sei lá de quê!"

Florbela Espanca

A beleza de ser única.


Os membros de uma tribo primitiva da África, acreditam que cada pessoa que nasce traz consigo uma música individual e intransferível, como uma espéciede identidade sonora. Assim, quando a mãe está grávida ela recebe, através da inspiração, a música da criança que irá nascer e começa a cantá-la para que o bebê se sinta querido e desejado. Depois, a mãe ensina a música ao pai, que também passa a cantar cada vez quese aproxima do filho, demonstrando carinho e respeito por sua individualidade. E, assim, cada membro da família que entra em contato com a criança aprende a sua música e passa a cantá-la, como forma de dar as boas-vindas e saudá-la. Dessa forma, a criança aprende a sua música e passa a cantá-la pelo resto de sua vida. E é assim que cada membro canta sua música individual, e todos sabem de cor a música de cada um.

Um costume singular e interessante. As notas são as mesmas, mas os ritmos são diferentes.

Eu não sou a mesma pessoa que eu era há 5 anos atrás. Nem sou quem eu era na semana passada. Mas eu sempre fui eu mesma. Com todos os pontos negativos e positivos que isso significa ou seja, quando a gente é a gente mesmo, agrada e desagrada as pessoas. Sim cabeça dura pra uns, decidida pra outros, mas sempre eu mesma. Minha música sempre foi única e nunca deixei de canta-la e também nunca foi de escondê-la. E isso é o que eu acho legal, sou parcida com uns e outros, mas nunca igual; sou eu mesma. O efeito nos outros, continua o mesmo: continuo agradando uns e desagradando outros.

Muita gente tem medo de se mostrar como indivíduo. Não se entende como ser complexo e unitário, dotado de auto-suficiência. Ou então, só consegue ver seus defeitos, internos e externos. Esses ficam só, insuficientes. Para essas pessoas, gostaria de dizer todos temos qualidades e defeitos. Nossos defeitos podem ser melhorados, trabalhados, minimizados. É só lembrar que a gente pode mudar, se reinventar. E dar novos arranjos a nossa música, mas sabendo que ela permanecerá sempre a mesma.

Cada ser humano tem sua sinfonia e seu ritmo particular.
Ideal seria que cada um vivesse no seu ritmo e respeitasse o ritmo do outro.

domingo, 29 de março de 2009

-Leveza-


-10 Coisas-

1 . Jamais, sob quaisquer circunstâncias, tome um remédio para dormir e um laxante na mesma noite.
2 . Se você tivesse que identificar, em uma palavra, a razão pela qual a raça humana ainda não atingiu (e nunca atingirá) todo o seu potencial, essa palavra seria "reuniões".
3 . Há uma linha muito tênue entre "hobby" e "doença mental".
4 . As pessoas que querem compartilhar as visões religiosas delas com você, quase nunca querem que você compartilhe as suas com elas.
5 . Não confunda nunca sua carreira com sua vida.
6 . Ninguém liga se você não sabe dançar. Levante e dance.
7 . A força mais destrutiva do universo é a fofoca.
8 . Uma pessoa que é boa com você, mas grosseira com o garçom, não pode seruma boa pessoa. (Esta é muito importante. Preste atenção! Nunca falha!)
9 - Seus amigos de verdade amam você de qualquer jeito.
10 . Nunca tenha medo de tentar algo novo. Lembre-se de que um amador solitário construiu a Arca. Um grande grupo de profissionais construiu oTitanic.

(Luís Fernando Verissímo, e eu assino embaixo)


"Falo a língua dos loucos, porque não conheço a mórbida coerência dos lúcidos."

sábado, 28 de março de 2009


''




Pequeno aos SEUS olhos!

E do tamanho exato à minha necessidade!